SELEÇÕES “FEROZES FUTEBOL CLUBE” DO BRASILEIRÃO 2017

Como de praxe e sempre naquele ritmo festivo padrão Papai Noel, além daquele sentimento já nostálgico-saudosista de mais um ano que se vai em velocidade de dobra espacial, o time “Ferozes Futebol Clube” vem a público dar a cara para bater e escolher os melhores do Campeonato Brasileiro de 2017 após 38 rodadas disputadas que finalizaram a competição mais importante do futebol profissional brazuca.

Sem delongas, rodeios e devaneios, vamos ao âmago da questão e iniciemos a lista de aprovados no vestibular de cada um de nossos analistas.

Corinthians: Campeão Brasileiro de 2017
Corinthians: Campeão Brasileiro de 2017

 

João Paulo Tozo

Em formação 4-3-3:

Goleiro: Vanderlei (Santos)

Lateral direito: Edílson (Grêmio)

Zagueiro: Balbuena (Corinthians)

Zagueiro: Geromel (Grêmio)

Lateral esquerdo: Guilherme Arana (Corinthians)

Volante: Arthur (Grêmio)

Meia: Hernanes (São Paulo)

Meia: Thiago Neves (Cruzeiro)

Atacante: Bruno Henrique (Santos)

Atacante: Luan (Grêmio)

Atacante: Jô (Corinthians)

Técnico: Renato Gaúcho

Revelação: Arthur (Grêmio)

Craque: Hernanes (São Paulo)

 

Márcio Viana

Em formação 4-4-2

Goleiro: Vanderlei (Santos)

Lateral direito: Fágner (Corinthians)

Zagueiro: Balbuena (Corinthians)

Zagueiro: Geromel (Grêmio)

Lateral esquerdo: Guilherme Arana (Corinthians)

Volante: Gabriel (Corinthians)

Volante: Arthur (Grêmio)

Meia: Hernanes (São Paulo)

Meia: Thiago Neves (Cruzeiro)

Atacante: Luan (Grêmio)

Atacante: Jô (Corinthians)

Treinador: Fábio Carille

Craque do campeonato: Vanderlei (Santos)

Revelação: Zé Rafael (Bahia)

 

Felipe Oliveira

Goleiro: Cássio (Corinthians)

Lateral direito: Edílson (Grêmio)

Zagueiro: Balbuena (Corinthians)

Zagueiro: Veríssimo (Santos)

Lateral esquerdo: Guilherme Arana (Corinthians)

Volante: Gabriel (Corinthians)

Meia: Hernanes (São Paulo)

Meia: Thiago Neves (Cruzeiro)

Atacante: Bruno Henrique (Santos)

Atacante: Luan (Grêmio)

Atacante: Jô

Técnico: Fábio Carille (Corinthians)

Revelação: Arthur (Grêmio)

Craque: Hernanes (São Paulo)

 

Pedro Molina

Goleiro: Vanderlei (Santos)

Lateral direito: Fágner (Corinthians)

Lateral esquerdo: Guilherme Arana (Corinthians)

Zagueiro: Balbuena (Corinthians)

Zagueiro: Geromel (Grêmio)

Meia: Hernanes (São Paulo)

Meia: Zé Rafael (Bahia)

Meia: Thiago Neves (Cruzeiro)

Atacante: Jô (Corinthians)

Atacante: Luan (Grêmio)

Atacante: Túlio de Melo (Chapecoense: essa vai pelo gol que classificou a Chape pra Libertadores depois de uma ano em que se reergueu depois de perder elenco, comissão técnica e diretoria inteiros, pra coroar uma temporada incrível)

Revelação: Vinícius Jr. (Flamengo)

Craque: Jô (Corinthians)

Técnico: Fábio Carille

 

Almir Breviglieri Jr.

Em formação 4-4-2.

Goleiro: Cássio (Corinthians)

Lateral direito: Fágner (Corinthians)

Zagueiro: Walter Kannemann (Grêmio)

Zagueiro: Pedro Geromel (Grêmio)

Lateral esquerdo: Gulherme Arana (Corinthians)

Volante: Hudson (Cruzeiro)

Meia: Hernanes (São Paulo)

Meia: Moisés (Palmeiras)

Meia: Rodriguinho (Corinthians)

Atacante: Luan (Grêmio)

Atacante: Jô (Corinthians)

Técnico: Fábio Carille

Revelação: Arthur (Grêmio)

Craque: Hernanes (São Paulo)

 

E aí? Concordou, discordou? Mais ou menos? Comente e dê sua seleção também.

 

BRASIL x ARGENTINA: ZICO E MARADONA EM NOITE DE MARACANÃ LOTADO

Em 1979 era disputada mais uma Copa América no Continente Sul Americano.

Zico e Maradona
Zico e Maradona

Diferentemente dos tempos atuais, o torneio da Conmebol era disputado sem sede fixa.

No dia 2 de agosto daquele ano, Brasil e Argentina se enfrentavam para público de 120 mil pessoas no Estádio do Maracanã, Rio de Janeiro.

Sem mencionar o público espetacular (normal para o Velho Maracanã), o ex-maior do mundo recebia dois gênios da bola: Artur Antunes Coimbra “Zico” e Diego Armando Maradona.

Não foi um primor de partida, mais é sempre nostálgico ver o futebol setentista com seus grandes craques que atuavam em seus próprios países de origem (ausências somente por lesão ou suspensão), os repórteres com liberdade para entrevistarem os treinadores (Cláudio Coutinho e César Luis Menotti) momentos antes do apito inicial, a sobriedade de entrevistados, jornalistas e do locutor, no caso o saudoso Luciano do Valle, astros como Paulo César Carpegiani (atual técnico do Flamengo) ou Daniel Passarela em campo, além de grande defesa de Émerson Leão e belo gol de Tita.

Os gols foram marcados por Zico, logo aos 2 minutos de jogo, Hugo Coscia empatou aos 32 minutos e Tita definiu o placar já no 2º tempo aos 54 minutos de jogo.

A propósito, aquela longínqua edição da Copa América foi vencida pelo Paraguai.

O Brasil jogou com Émerson Leão; Toninho, Amaral, Edinho e Pedrinho; Paulo César Carpegiani, Zenon (Batista) e Zico; Tita, Palhinha (Juari) e Zé Sérgio. Técnico: Claudio Coutinho.

A escalação da Argentina contou com Enrique Vidallé;  Juan Barbas, Jose Van Tuyne, Daniel Passarella e Ramón Bordon; Jose Luis Gaitan (Carlos Lopez), Pedro Larraqui e Jorge Gaspari; Roberto Díaz (Jose Castro), Diego Maradona e Hugo Coscia. Técnico: Jose Luiz Menotti.

Após seis anos e cinco meses, Tencati encerra a sua passagem pelo Londrina

A convite do blog, o amigo e leitor Filipe de Almeida Nogueira escreveu sobre o fim da era Tencati no Londrina. 


O cargo de treinador é uma das profissões mais instáveis. E sempre que algum técnico é demitido no futebol brasileiro, o nome de Claudio Tencati vem à tona. Tencati é o mais longevo treinador entre os clubes que disputam as quatro divisões do Campeonato Brasileiro.

 

Paranaense de 43 anos e formado em educação física, Claudio Aparecido Tencati assumiu o Londrina em no dia 21 de abril de 2011. Antes do Tubarão, passou por *Cianorte, Paranavaí e Iraty. *(foi auxiliar de Caio Júnior, vítima no acidente aéreo com a Chapecoense em 2016). Em sua chegada, encontrou o time em reconstrução, após quase cair para a 3° divisão do Paraense em 2010. Também 2011, o time também passou a ser gerido pela SM Sports, que tem como presidente Sérgio Malucelli, e o empresário Juan Figer (aquele) como parceiro. Logo em seu primeiro ano Tencati foi campeão da 2° divisão do Paranense e assim colocando o Tubarão na elite estadual novamente.

 

Em 2013, foi campeão do Torneio do Interior Paranaense, dando um passo importante para o que seria um ano mágico em 2014.

 

Em 13 de abril de 2014, o LEC travou um duelo emocionante com o Maringá Futebol Clube e após o jogo ir para os pênaltis, o LEC sagrou-se *Tetracampeão Paraense, título que o time não comemorava desde 1992. *(1962, 1981, 1992, 2014). Neste mesmo ano o Tubarão disputou o campeonato brasileiro da Série D, após o empate sem gols com o Anapolina-GO, no dia 19 de outubro de 2014 o Tubarão conquistou uma vaga para à Série C.

 

Em 21 de novembro de 2015, o LEC conquistou o acesso à Série B, perdendo a final no Serra Dourada para o Vila Nova-GO, 4×2 no agregado.

 

Em 2016, o time de Tencati termina o Brasileirão da Série B em 6° lugar, 3 pontos atrás do Bahia (4° colocado e classificado para a Série A).

tencati

 

No dia 04 de Outubro de 2017, em Londrina, rolou a final da Primeira Liga frente ao Atlético Mineiro. O Estádio do Café tomado 15.735 torcedores, que ali estavam para o jogo mais importante do clube, nesses 61 anos de existência.

 

O Tubarão foi convidado para o torneio e chegou invicto na final, após eliminar Figueirense, Avaí, Paraná, Fluminense e Cruzeiro.

 

Em um jogo emocionante e decidido nos pênaltis, após empate de 0x0 no tempo normal, brilhou a estrela do goleiro César. E o Londrina Esporte Clube se tornou Campeão da Primeira Liga, vencendo o Atlético Mineiro 4-2 nos pênaltis.

 

Tencati deixa o Tubarão após uma campanha de altos e baixos na Série B 2017, onde o time está na 5° colocação, mas sem chances de acesso faltando apenas uma rodada para o fim.

 

Em reportagem para o UOL em Setembro, Tencati falou sobre os sonhos e aspirações profissionais.

 

“Eu gostaria de buscar outro estado, outra região, um Campeonato Paulista, Carioca, Mineiro, para entender o processo em outras regiões importantes.

É uma necessidade minha como profissional”

 

Claudio Tencati comandou o Londrina em 269 jogos, com 131 vitórias, 72 empates e 66 derrotas – aproveitamento de 57,62% dos pontos disputados.

LESS THAN: A NOVA DO NINE INCH NAILS

Por João Paulo Tozo

O NINE INCH NAILS, do “homem banda” Trent Reznor, anunciou hoje, 13 de julho, que irá lançar o seu novo EP, ADD VIOLENCE, no próximo dia 21.

Não bastasse a boa nova, os bichões já deixaram a saborosíssima LESS THAN disponível para abrir o nosso apetite.

Particularmente não ouvia algo tão empolgante do NIN desde o With Teeth, de 2005.

Confira o petardo:

NIN

Futebol e Bons Sons!