O RECESSO DO VERDADEIRO PALMEIRAS.

Saudades de ver o Palmeiras em campo.

Há quanto tempo não perseguimos a bola com os olhos in loco, os olhos in tubo, os ouvidos atentos a tudo?

O recesso data de duas semanas. Culpa dos insucessos em campo, dos insucessos internos, do insucesso impregnado.

Em duas semanas muita gente que nem deveria ter chegado foi embora, outras chegaram sem dar muita telha de que lá deveriam aportar. Fardo pesado carregado por esse Palmeiras que há duas semanas não dá a cara ao seu torcedor. Pesada realidade que traz esse Palmeiras de hoje, que nos impede de ver em campo o Palmeiras de sempre.

Há quanto tempo não vejo o Palmeiras em campo?

Fossem somente duas semanas e privilegiado seria o torcedor. Fosse um recesso momentâneo e não haveria porque desconfiar, porque se resignar.

Quem consegue em sã consciência acreditar nesse Palmeiras? Manter-se convicto de que a vitória certa virá?

Nesse Palmeiras não há porque confiar. Mas por aquele há sim o anseio em aguardar.

Que o Palmeiras de hoje possa ao menos daquele imemorial relembrar. Que sua parte como mantenedor da história daquele possa esse, ao menos no placar, dignamente representar.

Avanti Palestra. Esse e aquele.


Warning: count(): Parameter must be an array or an object that implements Countable in /home/t990olqj3thq/public_html/wp-includes/class-wp-comment-query.php on line 405

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *