UMA NOVA GERAÇÃO?

Início da temporada e o Santos conquista a Copa São Paulo de Futebol Júnior, o “charmoso” torneio que aquece o calendário futebolístico do Brasil. Logo, paira sobre todos a pergunta: Seria essa uma nova geração de meninos da Vila?

Pois bem, me lembro que na ocasião comentei acerca do assunto e coloquei minha opinião no texto “Grife Alvinegra“, que trata justamente de uma espécie de diferencial do Santos em revelar moleques bons de bola.

De fato, algo que pode ser considerado místico ou até mesmo sorte. O fato é que Giva, Neílton, Leandrinho, Pedro Castro, Gustavo Henrique e Émerson, nomes pouco conhecidos no cenário nacional, estão dando corpo e cara a esse novo Santos.

Há muito a equipe não tinha uma identidade, uma forma de jogar, o que era muito cobrado na época de Muricy.

Alias, por falar em técnico, até o comandante atual da equipe santista pode-se dizer que é um “moleque” da base. Claudinei Oliveira, mais um desconhecido colocado como “tapa buraco”, mas que vai se consolidando na vaga com um trabalho consistente e promissor.

Ciente das limitações do time e sem descarregar a responsabilidade nas costas dos jovens jogadores, o treinador tem dado a oportunidade de todos mostrarem o seu valor. O interessante é que logo em um clássico, os meninos mostraram personalidade e se não foram e não são brilhantes, pelo menos são disciplinados taticamente e conseguiram dominar um “calejado” e experiente São Paulo, em pleno Morumbi.

Ainda é cedo para cravar alguma coisa, mas se realmente há uma tendência em acharmos que qualquer jovem oriundo da base santista será um novo “Robinho” ou “Neymar”, porque não acreditar em uma nova geração de meninos da Vila?

Afinal de contas, esse tal “raio” parece gostar de cair duas, três, quatro vezes no mesmo lugar…

giva_rib-2


Warning: count(): Parameter must be an array or an object that implements Countable in /home/t990olqj3thq/public_html/wp-includes/class-wp-comment-query.php on line 405

2 thoughts on “UMA NOVA GERAÇÃO?”

  1. Essa geração é muito boa, e realmente o raio curti cair pros lados da vila belmiro.. E coloco o gabriel – gabi gol – como o elemento do desequilibrio da vez. O que foi o passe que ele deu para o cícerto, o menino tem 16 anos, mas uma visão de jogo fantástica…
    A espinha dorsal quando ficar pronta tbm vai ser fundamental para o sucesso da garotada:
    Arouca, Cícero, Montillo e pelo jeito Robinho.. Mena de um lado e Cicinho do outro e o Léo dando bons conselhos para molecada, acho que vai dar liga…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *