Seattle de volta?

O anúncio da possibilidade da cidade de Seattle ter novamente um time na NBA passou de certa forma despercebida pela mídia esportiva na última semana. Chegamos a noticiar aqui no NBA Spot esse rumor, e parece que o negócio pode acontecer mesmo. Se tudo der certo, é uma novidade muito bem vinda, quem acompanha a Liga há algum tempo sabe o quanto a cidade de Seattle é tradicional no basquete.

A proposta era um mistério e o homem por trás dela também, no entanto, tudo foi revelado pela NBA recentemente. O responsável pelo plano é Christopher Hansen, e o valor proposto é de U$290 milhões provindos da iniciativa privada. A intenção não é só trazer o basquete de volta, mas o hóquei também. Parte do plano envolve questões políticas e investimento público, caso semelhante à arena do Corinthians para a abertura da Copa. Seria necessário que a cidade e o distrito de Seattle aprovassem cerca de U$200 milhões cada para totalizar o custo total de U$500 milhões necessários para financiar a obra.

Seria ótimo para os fãs a volta de Seattle à NBA

 

A apresentação desta proposta foi considerada um passo primordial para o sonho se tornar realidade, afinal, a falta de uma arena moderna foi a causa da extinção do SuperSonics e a criação do Thunder na cidade de Oklahoma City, fato que encerrou uma história de 41 anos da franquia.  “Não haverá arena se não tivermos um time que a ocupe por um bom tempo”, disse Dow Constantine, uma das autoridades de Seattle envolvida no processo, mostrando uma clara preocupação com a continuidade do projeto. “Estou confiante que a proposta será analisada de forma favorável pelas duas Ligas envolvidas, e acredito que juntos iremos atingir o objetivo de assegurar a volta da NBA e da NHL para a nossa comunidade”, discursou Hansen, responsável pela proposta.  Como bom homem de negócios, ele está de olho também no problema que enfrenta a cidade de Sacramento, que precisa apresentar uma proposta para a construção de uma nova arena para não perder o direito de possuir um time na Liga, no caso, o Kings. Dependendo de como acabar a situação em Sacramento, a NBA pode acelerar o processo de aprovação para que um novo time em Seattle seja estabelecido, já que se trata de um mercado superior à Sacramento.

Durant jogou no Sonics antes da mudança para Oklahoma

 

Seria a volta do Sonics? Nada foi revelado quanto ao possível nome da nova franquia, mas seria ótimo se isso acontecesse, um time com muita história, campeão da NBA em 1979 e três vezes campeão do Oeste em 78, 79 e 1996. Vamos torcer!

Vamos falar um pouco de rumores agora. Segundo algumas fontes, Marvin Williams, ala de ligação do Atlanta Hawks, não se oporia a uma troca para outra equipe. Ele estaria insatisfeito em relação ao seu aproveitamento no esquema ofensivo do time, sua média de pontos é de apenas 9.6, situação que poderia ser diferente com uma mudança de ares. Michael Beasley interessa ao Lakers? Fontes dizem que sim. O time de Los Angeles estaria intrigado pela possibilidade de contratar o ala, atualmente no Timberwolves. Algumas conversas envolvendo este assunto aconteceram entre as equipes na época que o Lakers tentava a contratação de Chrys Paul. Muitos acreditam que a falta de evolução em seu jogo é o motivo para o Wolves ter interesse em sua troca. Beasley não é um jogador ruim, porém, muito se esperava dele por ter sido escolhido logo após Derrick Rose, MVP da Liga na última temporada que atua pelo Chicago Bulls.

Marvin de saída? Beasley para o Lakers? Rose garante Boozer no Bulls?

Por falar no time de Rose, rumores indicavam que uma troca entre Lakers e Bulls poderia acontecer, com Gasol indo para Chicago por Carlos Boozer e outro jogador que não foi revelado. Atrelada à notícia estariam informações que garantiriam o apoio de Rose para que a negociação acontecesse, o que o próprio atleta negou ter acontecido. “Eu escutei após o jogo (de segunda-feira), e isso é algo que eu jamais falaria para alguém”, disse Derrick. “Não é verdade e é algo que eu nunca faria”, disse ele. “Sinto-me bem com os companheiros que possuo, sempre digo isso. Estamos vencendo jogos e não é hora de trocar alguém no momento. Conversei com Boozer sobre isso, mas acredito que ele já sabia que o rumor não era verdadeiro”, ratificou Rose.

Os constantes rumores de trocas envolvendo Gasol gerou repercussão interna, ocasionando inclusive a intervenção de Kobe Bryant sobre o assunto. A estrela do Lakers. mostrou chateação com a situação vivida pelo pivô espanhol, e cobrou uma resolução sobre o assunto. “O basquete envolve muita emoção, você precisa se envolver na partida”, explicou Kobe. “É difícil para Pau devido a estas conversas sobre trocas e tudo mais, fica complicado para ele investir tudo que pode nos jogos escutando isso diariamente. Gostaria que a direção viesse e dissesse se irá trocá-lo ou não”, reclamou Bryant. “Eu prefiro que não o troquem, mas se eles desejam fazer algo, que fique claro”, finalizou. O gerente geral Mitch Kupchak respondeu em entrevista que nada pode ser garantido, pois ele tem a responsabilidade com a direção, fãs e jogadores de sempre procurar oportunidades para melhorar o time no campeonato atual e pelos próximos. Divergências a vista, a coisa está quente em Los Angeles!

Para finalizar, duas curiosidades sobre a sensação Jeremy Lin. Finalmente ele terá um local para dormir. Acostumado a repousar nos sofás dos colegas de equipe, Lin agora tem um apartamento alugado em Nova Iorque. O The Wall Street Journal noticiou que Jeremy assinou contrato de aluguel ontem. O valor seria de U$13.000 por mês.

Linsanity a todo vapor!

Outra notícia curiosa diz respeito à valorização de Lin no mercado. Não é segredo que o fenômeno atingiu os Estados Unidos em cheio, e tem gente lucrando com armador do Knicks. A camisa dele é a líder de vendas no momento em toda a NBA, e sua valorização é tamanha, que um card da época de novato, ainda com a camisa do Golden State, estava a venda no eBay por U$1.000, pouco antes das suas atuações que chamaram a atenção do mundo. Hoje, quem quiser adquirir este item de colecionador terá que desembolsar no mínimo U$17.000. Linsanity total!

Até a próxima Ferozes!!


Warning: count(): Parameter must be an array or an object that implements Countable in /home/t990olqj3thq/public_html/wp-includes/class-wp-comment-query.php on line 405

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *