Uma lenda viva! 30.000 pontos!

Nem parece que já faz 17 anos que ele está na NBA. Nem parece que ele tem 34 anos. As vezes parece mentira, mas não é, Kobe Bryant é mais do que real, é uma lenda viva que todos deveriam aproveitar cada oportunidade possível para vê-lo jogar, pois o fim disto tudo pode estar próximo.

Ontem à noite, em New Orleans, pudemos testemunhar um jogador que não aparenta a idade que tem. A marca atingida por Kobe Bryant contra o Hornets é fantástica. São mais 30.000 pontos na carreira, um patamar para poucos jogadores, para ser mais preciso cinco. Bryant agora faz parte de uma seleta lista que incluem Wilt Chamberlain (31.419 pontos), Kareem Abdul-Jabbar (38.387), Karl Malone (36.928) e Michael Jordan (32.292).

Kobe vibrou com cada ponto convertido contra o New Orleans

“É uma tremenda honra”, disse Kobe, que terminou a partida com 29 pontos na vitória do Lakers por 103 a 87. “Nem sei como classificar isto. Tive sorte, muita sorte”, analisou. Todos que conhecem um pouco da carreira de Kobe sabem que ele estava sem palavras neste momento, pois este é um jogador que sempre trabalhou muito duro e ainda trabalha para ter atingido este nível, não foi somente sorte.

E tivemos várias enterradas bem ao estilo Kobe! VINTAGE BRYANT!

O comissário da NBA, David Stern, esteve ontem no ginásio do New Orleans para testemunhar o feito de Bryant. “Quero apertar a mão dele”, disse Stern, antes do jogo. “Acho ele um talento, um competidor, está no mesmo pedestal de Michael Jordan como um dos grandes do esporte”, analisou. “Kobe teve uma carreira impressionante e jogou em alto nível com conquistas de títulos para comprovar isto, em uma Liga que é extremamente competitiva”, finalizou.

Kobe conversou com Stern antes da partida. “Ele (Stern) disse que estava em Vegas quando Kareem conseguiu esta marca e me cumprimentou dizendo que fui um dos melhores competidores que ele viu no esporte”, disse Bryant. “Eu realmente agradeço por isto. Ele fez muito pelo basquete e este é o último ano dele no cargo, então, significa muito”, revelou.

É isto mesmo, Kobe por muito tempo usou a camisa número 8

Alguns fatos curiosos sobre a marca chamam a atenção. Desta seleta lista de cinco jogadores, quatro deles jogaram pelo Lakers em algum ponto da carreira. Kobe é o único que sempre atuou pelo time roxo e dourado de L.A., onde está há 17 anos. “Esta é a franquia, é como eu disse antes, os caras que tem as camisas penduradas no ginásio (Staples Center) estão entre os melhores de todos os tempos”, analisou Kobe. “E não só para a franquia. Não sei se existe outra organização (além do Lakers), que possa desfrutar disto”, concluiu.

Bryant nunca escondeu o orgulho de ser Lakers, seu time do coração desde a infância

Outro ponto que precisa ser lembrado é contra o time que Bryant alcançou o feito, o New Orleans Hornets. Antes de ser o New Orleans a equipe ficava em Charlotte. Kobe foi escolhido no Draft pelo Charlotte Hornets e no mesmo dia enviado para o Lakers em troca do pivô Vlade Divac. “A ironia”, disse Bryant. “É engraçado como o esporte parece ter esta conexão das coisas, de alguma forma. Tudo parece voltar para o mesmo lugar”.

Um dia histórico para a NBA e para o Lakers, Kobe Bryant é apresentado como novo reforço da equipe de Los Angeles

Muitos jogadores demonstraram apreço pela marca atingida por Kobe e fizeram questão de comentar o feito. “Meus parabéns para o melhor cestinha do planeta, companheiro e amigo, Kobe! por entrar no clube dos 30.000 pontos! Grande feito! !#Kobe30K”, disse Pau Gasol, pelo Twitter. “MEUS PARABÉNS PARA O GRANDE KOBE “BEAN” BRYANT QUE MARCOU 30.004 PONTOS NA CARREIRA”, disse Shaquile O’neal, que venceu três campeonatos com Kobe, apesar das diferenças de relacionamento entre os dois.

Muitos acreditam que Bryant é o único jogador que pode ser comparado à Michael Jordan

Para finalizar, uma frase de Kobe: “Eu penso que agora, honestamente, não sei porque ainda trabalho tão duro após 17 anos. Acho que é porque eu gosto tanto do que faço e isto é a coisa que mais tenho orgulho – todo ano e todo dia trabalhando duro por isto. E são muitos anos, muito trabalho”.

Uma carreira digna e recheada de títulos e conquistas, parabéns Kobe Bryant!

E tem jogador que não joga metade dele, não trabalha metade dele e reclama, faz corpo mole… Kobe Bryant, um exemplo a ser seguido no esporte!


Warning: count(): Parameter must be an array or an object that implements Countable in /home/t990olqj3thq/public_html/wp-includes/class-wp-comment-query.php on line 405

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *