Sem tempo a perder!

Dessa vez parecia que ia ser diferente, o time são paulino se mostrava mais concentrado e animado na sua entrada em campo. Até os torcedores tricolores, em menor número no Engenhão, abafava a torcida rival entoando seus cantos e o hino do clube.

Mas no apito final do juiz a equipe acabou voltando com mais um feito do Rio de Janeiro: O de perder pela primeira vez três partidas consecutivas, desde que o Brasileirão passou a ser disputado por pontos corridos.

Apesar do resultado ter sido justo, a partida não foi um monólogo flamenguista, principalmente no primeiro tempo, onde tivemos um jogo bem equilibrado, mesmo com toda a falta de criatividade no setor de meio de campo, que o time paulista vem demonstrando.

Os responsáveis por essa parte do campo Carlinhos Paraíba, Marlos, Wellington e Rodrigo Souto, apesar de esforçados, não se destacam por ajudar efetivamente o ataque. Não colocam os atacantes na cara do gol, e quando isso eventualmente acontece, acaba não dando em nada, pois o time continua péssimo nas finalizações .

Um exemplo disso é o jogador Jean que repetiu ontem o que fez nos jogos decisivos pelo Paulistão e pela Copa do Brasil, chutou para fora duas chances claras de gol, que um atacante nato não perderia.

Já o Fernandinho parece que deixou toda a sua eficiência, se é que um dia ele teve, pelos lados de Barueri, porque até hoje não mostrou porque foi contratado pelo São Paulo.

Na segunda etapa, talvez para testar a defesa que contava com a volta do Rhodolfo, recuperado de uma contusão, o time se postou atrás não saindo para o jogo e deixando o adversário totalmente a vontade. E de tanto tentar, o Flamengo fez a parte dele, garantiu a vitoria com um único gol.

A derrota dessa quarta feira, por si só, não seria catastrófica, afinal ainda tem o jogo da volta e o campeonato é longo, mas no conjunto da obra nesse Brasileirão 2011, a situação é preocupante, pois o time anda jogando um futebol limitado, sem criatividade e ainda terá algumas pedreiras nos próximos dias: Cruzeiro em ascensão, no Morumbi e o Internacional, que anda se recuperando, no Gigante do Beira Rio.

Além de tornar realidade as contratações que estão sendo especuladas, a diretoria tem que dar uma chacoalhada neste elenco que está atuando, decidir se o Carpegiani terá ou não futuro treinando essa equipe, mesmo considerando que ele não seja o principal culpado pelas derrotas.

O time precisa somar o maior número de pontos possíveis agora, pois o campeonato começará na real em agosto para São Paulo, com a volta dos convocados e a estréia de Luis Fabiano, mas um time grande e glorioso não pode perder tempo.

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=MX99zjDK-vo[/youtube]


Warning: count(): Parameter must be an array or an object that implements Countable in /home/t990olqj3thq/public_html/wp-includes/class-wp-comment-query.php on line 405

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *