BOATENG COMANDA VIRADA HISTÓRICA DO MILAN

Boateng: herói do dia

Parecia que tudo estava perdido. Intervalo chegando com ampla vantagem para a equipe local do Lecce: 3×0.

 Mas aí, eis que surge do banco Kevin Prince Boateng no lugar de Robinho para fazer três gols, recolocar o Milan de volta ao jogo e posicionar a equipe em condições de fazer o gol da vitória.

 E foi o que ocorreu, vitória milanista por 4×3 de virada.

 Massimiliano Allegri iniciou a partida com três atacantes. Robinho estava escalado ao lado de Zlatan Ibrahimovic e Antonio Cassano. Para contrabalançar, um meio de campo mais marcador com Antonio Nocerino, Mark Van Bommel e Massimo Ambrosini. Na defesa, Thiago Silva era ausência sentida.

 A ideia era boa, mas nem tudo funciona como se espera na vida e os planos de Allegri começaram a ruir logo aos 4 minutos de jogo com o gol de Guillermo Giacomazzi.

 O aproveitamento do Lecce era excelente e o segundo gol veio aos 30 minutos com Massimo Oddo de pênalti e Carlos Grossmüller ampliou logo em seguida.

 Desastre total para quem vinha de reabilitação na Série A com a volta de alguns jogadores após lesões e mantinha as coisas sob controle na UEFA Champions League.

 Em situação delicada, Allegri radicaliza e promove duas substituições no intervalo: Kevin Prince Boateng e Alberto Aquilani nos lugares de Robinho e Massimo Ambrosini.

 E funcionou com perfeição. Robinho esteve mal. Ambrosini não era o nome ideal para quem precisaria de gols.

 Boateng abriu os serviços aos 4 minutos ao estilo que havia apresentado no belo gol contra o BATE Borisov pela UCL. Chute forte, com efeito e no alto.

 Nada melhor que repetir o que dá certo. E Boateng o fez aos 9 minutos.

 Ainda na primeira metade da etapa final, Boateng empataria a partida em rebote após tiro de Abate bloqueado pela zaga.

 O alemão-ganês Boateng havia tirado o Milan de um poço aparentemente sem fundo.

 Melhor que isso somente a virada.

 E veio no final com Mario Alberto Yepes a 7 minutos do final.

 Placar histórico e providencial para o Milan que não vencia o Lecce como visitante desde 2002 e alçou a equipe para o 7º lugar com 11 pontos.

 

Antonio di Natale. Udinese líder.

Falando em pontuação, a liderança fica nas mãos da Udinese que, após derrotar o Atlético Madrid no meio de semana pela Liga Europa, recebeu o Novara e fez 3×0 sem stress com grande atuação de Antonio di Natale. São 15 pontos anotados para os friulanos.

 Outra equipe em grande fase é a Lazio, que após a emocional vitória no derby da capital eterna contra a AS Roma, foi à região da Emilia Romagna e fez 2×0 no Bologna. O resultado colocou o time da águia na cola da Udinese com 14 pontos.

 A Juventus recebeu o Genoa em seu novíssimo estádio de Turim. A atmosfera era de empolgação. Não faltou incentivo da torcida que lotava as cadeiras.

Juventus falhou em casa contra o Genoa

 Só que após duas vantagens parciais, a Juve cedeu o empate definitivo em 2×2 e ficou com prejuízo total na tabela. Perda de liderança e queda para o 3º lugar com 13 pontos.

 A Internazionale conseguiu vencer. A vitória foi magra, mas ajuda quem está em situação desesperadora. O 1×0 contra o Chievo em Milão fez a equipe subir para o ainda terrível 16º lugar com 7 pontos.

 E a Roma do técnico espanhol Luis Enrique recuperou-se com vitória em casa contra o Palermo por 1×0.

 Lembrando que, sem copas europeias ou datas FIFA, a Série A segue com rodada cheia no meio de semana.


Warning: count(): Parameter must be an array or an object that implements Countable in /home/t990olqj3thq/public_html/wp-includes/class-wp-comment-query.php on line 405

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *