WIGAN DERRUBA FAVORITISMO DO MANCHESTER CITY NA FA CUP E MANCINI FICA NA IMINÊNCIA DA DEMISSÃO

Com gol tardio do central reserva Ben Watson, O Wigan Athletic derrotou o Manchester City FC por 1×0 no Estádio de Wembley de Londres e conquistou a FA Cup, a Copa da Inglaterra.

 

De fato, o Wigan foi responsável por uma das maiores surpresas na história da FA Cup. Algo que não acontecia desde os idos da temporada 1987-1988 quando o modesto Wimbledon bateu o tradicionalíssimo Liverpool FC também por 1×0.

Surpresa, uma vez que os campeões contam com orçamento nanico em comparação aos milhões dos Emirados Árabes Unidos que abastecem o City.

A equipe de Manchester jamais conseguiu mostrar superioridade evidente em campo. Na verdade, o jogo foi quase que integralmente travado, ainda que os azuis tenham rondado mais a área do Wigan.

O sonho dos Latics começou a se tornar menos irreal aos 84 minutos de jogo quando Pablo Zabaleta recebeu o segundo cartão amarelo após falta em Callum Mcmanaman.

O momento da consagração, já nos acréscimos, veio após cobrança de escanteio e cabeceio fulminante de Ben Watson para delírio dos cerca de 23 mil torcedores do Wigan em universo de mais de 86 mil expectadores em Wembley.

Grande prestação do jovem treinador espanhol Roberto Martinez que obtém a maior conquista na história do clube.

A situação torna-se ainda mais vexatória para o Manchester City quando olha-se para a classificação da English Premier League com um Wigan ocupando a preocupante 18ª colocação na zona do rebaixamento.

Momento que deve significar o final da linha para Roberto Mancini no mundo Citizen. A imprensa inglesa dá como certa a saída já definida do treinador italiano por parte da direção do clube.

A situação de Mancini teria se tornado tão insustentável após o fiasco de sábado último que sua permanência seria finalizada antes mesmo do final da temporada que se aproxima. Mancini pode não estar mais no banco para os dois jogos oficiais finais na temporada contra o Reading na terça-feira e contra o Norwich no domingo, além dos amistosos de pós temporada que o clube fará nos Estados Unidos antes das férias.

Até mesmo o sucessor no cargo já estaria definido: o técnico chileno do Málaga, Manuel Pellegrini.

Na alta cúpula Citizen, Pellegrini teria trabalho apreciado por ter levado longe a modesta equipe espanhola na Liga e na UEFA Champions League com orçamento curtíssimo e enfrentando crise financeira.

A derrota na FA Cup pode ter sido apenas a gota d’água para a sobrevida de Roberto Mancini. A perda do título da EPL atual para o rival Manchester United e, principalmente, a eliminação precoce na fase de grupos, e por duas vezes consecutivas, na UCL teriam pesado para o processo de final de paciência dos patrões e gestores.

 A saída de Roberto Mancini com a chegada de Manuel Pallegrini apimenta ainda mais o mercado de treinadores de futebol em equipes de ponta no futebol europeu se concretizada. No aguardo dos próximos capítulos das tramas paralelas que rondam o mundo da bola no Velho Continente.


Warning: count(): Parameter must be an array or an object that implements Countable in /home/t990olqj3thq/public_html/wp-includes/class-wp-comment-query.php on line 405

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *