UEFA CHAMPIONS LEAGUE DE VOLTA

Recheada de expectativa, começou nesta semana mais uma edição da UEFA Champions League, o maior torneio de clubes europeu e mundial.

 Será a Champions de fatos marcantes, como a última da Itália com quatro representantes e a última da Alemanha com três equipes, pelo menos nos próximos anos, já que a Alemanha acaba de superar a Itália nos índices da UEFA que formam o ranking de países no velho continente. Ranking que, entre outras finalidades, distribui por mérito o número de vagas para cada país membro da entidade nas copas europeias.

 Será a Champions que terá o super time do Barcelona defendendo hegemonia conquistada com competência e futebol arte e eficiente, mas com o arquirrival Real Madrid, além dos tradicionais Manchester United, Bayern de Munique, Milan e Internazionale na linha de perseguição.

 Será a Champions que poderá marcar a ascensão definitiva do rival local do United: o Manchester City, sempre mais reforçado e perigoso.

 Com as cartas à mesa, começou a fase preliminar da UCL com alguns grandes em ação.

 Arsenal 1×0 Udinese

Walcott marcou logo no início

 Em Londres, o Arsenal do técnico Arsene Wenger recebeu os italianos da Udinese.

 Muita apreensão e dúvidas sobre o que será dos “Gunners” na atual temporada. As saídas de Cesc Fábregas para o Barcelona e Samir Nazri para o Manchester City atemorizaram os torcedores.

 Como consolação para o início cinzento, somente um gol logo aos 4 minutos de jogo. Theo Walcott trouxe algum alívio para os “Gunners” ao concluir cruzamento de Aaron Ramsey.

 Foram 15 minutos iniciais de amplo domínio do Arsenal. Foram 15 minutos de dormência da Udinese.

 Quando o time italiano se dá conta que a temporada começou de fato, logo se percebe que o Arsenal não é imbatível, sequer para a modesta Udinese. Antonio di Natale, talvez o um dos poucos italianos que se salvaram do vexame “azzurro” na Copa do Mundo da África do Sul, comanda a equipe em campo. O colombiano Pablo Armero perde suas oportunidades. Mas faltava o finalizador. Exatamente a peça que a Udinese não possui mais. Se o Arsenal perdeu Fábregas e Nazri, o lado italiano ficou sem o chileno Alexis Sanchez, também contratado pelo Barcelona.

 No final, 1 a 0 Arsenal. Início não muito promissor para os londrinos. Valeu somente pela vitória. Só que há o jogo da volta. Tudo fica em aberto para a partida de Udine na próxima semana.

 FC Twente 2-2 Benfica

 Em partida disputa na cidade Enschede, Holanda, o Twente saiu na frente da equipe lisboeta do Benfica, tomou a virada e conseguiu o empate no final.

Cardozo e Aimar comemoram. Bom resultado para o Benfica.

 

 Luuk De Jong abriu o placar com belo chute colocado com tentativa sem sucesso de interceptação do zagueiro Luisão.

 Os portugueses conseguiriam a virada ainda no 1º tempo. Destaque para a bola defensável no primeiro gol do Benfica. Chute de longa distância colocado do paraguaio Oscar Cardozo. O goleiro Nikolay Mihaylov poderia ter buscado.

 Contudo, os portugueses não conseguiram segurar o resultado e, aos 35 minutos da 2ª etapa, empataram com Bryan Ruiz.

 Apesar de ceder o empate, o Benfica conquistou bom resultado. Classifica-se com empates por 0 a 0 ou 1 a 1 em Lisboa.

 Lyon 3-1 Rubin Kazan

 Os russos foram a Lyon, na França, para tentar resultado suficientemente bom para concluírem a classificação em casa.

Jogadores do Lyon comemorando gol contra o Rubin Kazan

 

 E começaram bem a empreitada. Logo aos 3 minutos de jogo, Vladimir Dyadun abre o placar após escanteio.

 Foi o suficiente para os anfitriões acordarem. Bafetimbi Gomis empatou aos 10 minutos, restabelecendo a calma no Estádio de Gerland.

 O domínio era do Lyon. Michel Bastos era o senhor do jogo.

 Ainda na 1ª etapa, Gomis tenta cruzamento na área e a bola desvia em Salomon Kverkvelia para o gol. Lyon na frente.

 Jimmy Briand faria o gol fatal aos 26 minutos do 2º tempo.

 Boa vantagem para os franceses. O Rubin Kazan tentará vitória por 2 a 0 em casa para se classificar.

 FC Bayern 2-0 FC Zurich

Arjen Robben. Destaque na vitória do Bayern.

Jogando no Allianz Arena para 66 mil pessoas, o Bayern de Munique recebeu e venceu os suíços do Zurique.

 Em noite de gala do holandês Arjen Robben e do jogador da seleção alemã Bastian Schweinsteiger, os bávaros não deram chance para a zebra em casa.

 Logo aos 10 minutos de jogo, Robben cruza e Schweinsteiger conclui de cabeça.

 No 2º tempo, aos 27 minutos, Robben marca o gol final da partida em belo chute colocado no alto.

 Boa vantagem do Bayern sobre os suíços, ainda mais sem tomar gols, para a volta no país vizinho.

 Outros resultados

 Equipes menores também buscam vaga para a fase de grupos da UCL. Eis alguns resultados:

 FC København 1-3 Viktoria Plzen

FC Bate Borisov 1-1 Sturm Graz

Wisla Krakóv 1-0 Apoel

Dinamo Zagreb 4-1 Malmö

Maccabi Haifa FC 2-1 Genk

Odense BK 1-0 Villareal CF

 E, falando em Villareal, a equipe espanhola foi derrotada em Odense, Dinamarca, pelo time local. Tudo graças à bobeira do zagueiro Cristian Zapata. Agora Zapata e seus companheiros terão que correr para conseguirem a classificação na partida de volta na Espanha. Confira a bizarrice.

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=n7jv9O-Iq-w[/youtube]


Warning: count(): Parameter must be an array or an object that implements Countable in /home/t990olqj3thq/public_html/wp-includes/class-wp-comment-query.php on line 405

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *