Arquivo da tag: Obraniak

ENTRE COPAS E CAMPEONATOS SURGEM NOVOS VENCEDORES

Vandinho e Falcao Garcia em disputa de bola em Dublin. Porto campeão da Liga Europa.

Verão se aproximando no hemisfério norte é a indicação de novos tempos para os europeus. Afinal, ao contrário dos trópicos, são nove meses de frio que finalmente chegam ao tão esperado fim, trazendo aquela sensação de alívio, astral elevado e maior otimismo interior nas pessoas. Não é por acaso que o período de férias lá ocorre nesse período. Desfrutar o período estival é a palavra de ordem. A alta primavera e o verão que desponta também significam o encerramento da temporada do futebol no velho continente. Traduzindo: é chegada a hora da verdade, da definição dos novos campeões, seja nas ligas nacionais, nas copas nacionais ou ainda nas competições continentais.

Pela UEFA Europa League, final lusitana em Dublin. O FC Porto, do técnico revelação André Villas Boas, garantiu o título com gol do colombiano Falcao Garcia contra o SC Braga. Melhor no 1º tempo, o Porto definiu o placar antes do intervalo. Na 2ª etapa, o técnico Domingos Paciência adiantou sua equipe em busca do empate. O Braga pressionou, mas não conseguiu o gol. Com os títulos português e continental, o Porto espera por melhor desempenho na próxima edição da Champions League e Villas Boas ganha reputação internacional na esteira do sucesso do compatriota José Mourinho.

Lucas Barrios levanta a taça em Dortmund.

Na Alemanha, o Borussia Dortmund garantiu o título da Bundesliga ao derrotar o Eintratch Frankfurt por 3 a 1 em Dortmund diante de mais de 80 mil torcedores no último sábado. O destaque da partida foi a despedida do jogador brasileiro Dedê (ex-Atlético/MG), que informou que não renovará com o clube alemão. O adeus só não foi mais apoteótico devido ao pênalti perdido pelo brasileiro. O paraguaio Lucas Barrios também brilhou ao marcar dois gols e dando-se ao luxo de também perder uma penalidade. Além de dar o título ao Dortmund, a partida definiu o rebaixamento do Eintracth Frankurt, na 17ª e penúltima posição do campeonato, à frente somente do St. Pauli.

O presidente do Napoli, Aurelio de Laurentiis, carregado pelos jogadores.

Na Itália, o Napoli empatou com a Internazionale e se classificou para a Champions League após 21 anos de ausência. Uma vitória para o clube, que ganhou reputação com Diego Maradona nos anos 80, e para o futebol do sul do país. Samuel Eto’o abriu o placar para a Inter e Juan Zuniga empatou ainda no 1º tempo. Daí em diante, festa total napolitana com o retorno ao torneio europeu. As outras vagas estão garantidas para Internazionale e para o campeão Milan, restando o quarto posto a ser definido entre Udinese e Lazio. A equipe de Silvio Berlusconi venceu o Cagliari por 4 a 1 com dois gols de Robinho. Até aí, tudo dentro da normalidade. Contudo, o verdadeiro show ficou por conta do jogador germano-ganês Kevin Prince Boateng, no pós-jogo, ao dublar Michael Jackson com a clássica Billie Jean em pleno estádio San Siro. Confira o desempenho do aspirante a calouro do Programa Raul Gil abaixo.

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=QGZ6vtC6gPo[/youtube] 

Jogadores do Lilles em festa.

Após Espanha e Inglaterra, desta vez a França definiu o vencedor de sua Copa no último final de semana. A honra do título coube ao Lille ao derrotar o Paris Saint Germain por 1 a 0 com gol de Ludovic Obraniak, já nos acréscimos, em pleno estádio Saint-Denis. Festa em Lille e perplexidade em Paris, onde os fãs do PSG não conseguem compreender como o clube da capital tem sido superado com tanta frequência por adversários de outras localidades. E pensar que nos tempos de Raí e companhia, o PSG entrava em competições locais e continentais como favorito.

 

E parece que a moda lançada por Sergio Ramos nos festejos do Real Madrid pela conquista da Copa do Rei pegou de vez. Derrubar o caneco arduamente conquistado ao desfilar em ônibus pelas ruas virou praxe pela Europa. Desta vez, a arte de vanguarda veio da Holanda. Jogando na Arena Amsterdã, o Ajax, até então vice-líder, precisava de vitória contra o líder Twente, que necessitava de apenas um empate para levar o título. No final, com o apoio da torcida, vitória do Ajax por 3 a 1. Festa em Amsterdã e eis que o goleiro da equipe, Maarten Stekelenburg, derruba a taça do alto do ônibus no desfile da festa. Com certeza deve haver uma relação de amor e ódio com a vitória que nem Freud explica! Veja a seguir a arte pós-modernista dos boleiros. Maarten Stekelenburg e Sergio Ramos in concert.

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=ic2juVzpgIc[/youtube]

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=yYNyc_myTz0[/youtube] 

Para encerrar com chave de ouro, mais um episódio da expiação coletiva sem fim dos goleiros mundo afora. Quem percorreu a via crucis desta vez foi o intrépido Juan Pablo Carrizo do River Plate.  Superclássico argentino contra o arquirrival Boca Juniors na Bombonera e vitória do Boca por 2 a 0. O goleirão Carrizo tentou jogar voleibol e deu no que deu. Confira o “match point” do cidadão.

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=64OydqjpTds[/youtube]