JUVENTUS FINALIZA CONQUISTA DO “SCUDETTO”

Com gol de pênalti anotado pelo chileno Arturo Vidal, a Juventus derrotou o Palermo por 1×0 e conquistou o 29º título na Serie A italiana, ampliando ainda mais a hegemonia doméstica sobre os rivais de Milão, Milan e Internazionale (18 e 17 títulos, respectivamente).

Tifosi da Juventus reivindicam 31 títulos nacionais para o clube

Sim, o título veio, mas não sem polêmica levantada pelos tifosi da Vecchia Signora que insistiram em reivindicar a conquista como sendo a de número 31 na história da Serie A, enquanto que a FIGC (Federazione Italiana Gioco Calcio) reconhece a existência de 29 títulos por conta dos episódios de manipulação de resultados, conhecidos como Calciopoli, através dos quais o clube de Turim teve que amargar a não ratificação dos títulos das temporadas 2004-2005 e 2005-2006.

Polêmicas à parte, a Juventus, reformada após os rebaixamentos conseqüentes aos fatos ocorridos nos anos 2000, comprova mais uma vez que é o melhor que o combalido futebol italiano pode produzir na atualidade.

Além do título nacional conquistado por antecipação, o time de Antonio Conte foi quartofinalista na UEFA Champions League, caindo diante do fortíssimo FC Bayern em duas derrotas por 2×0.

Ademais, é consenso que, com dois ou três reforços pontuais de peso, o time de Turim pode tornar-se concorrente ao título europeu na próxima temporada.

De fato, as primeiras tratativas começam a pipocar na imprensa europeia.

Provavelmente de saída do Real Madrid, o atacante argentino Gonzalo Higuaín é objeto de desejo dos Bianconeri. As negociações com o Madrid já teriam sido abertas.

A Juventus deve servir de exemplo para o ressurgimento do calcio que parou no tempo, regrediu e viu os adversários ingleses, espanhóis e alemães ultrapassarem os italianos em termos técnicos e organizacionais.

Que a festa promovida pela Juve em seu novo Juventus Stadium sirva de inspiração para os co-irmãos domésticos. Confira, por exemplo, o emocional momento da recepção que a torcida faz ao cantar o hino de clube mais pop e descolado do mundo.

De resto, o Napoli segue firme para conquistar a segunda vaga italiana para a próxima edição da UCL ao bater a Internazionale em casa por 3×1 e o Milan, sem fazer boa atuação, teve que contar com Mario Balotelli para superar o Torino por 1×0 também em casa. Os rossoneri disputam a terceira e última vaga da Itália na competição europeia com a Fiorentina.

Classificação:

Times

P

J

V

E

D

GP

GC

SG

%

1   Juventus   83 35 26 5 4 67 20 47 79
2   Napoli   72 35 21 9 5 67 33 34 68
3   Milan   65 35 19 8 8 61 38 23 61
4   Fiorentina   61 35 18 7 10 65 43 22 58
5   Roma   58 35 17 7 11 69 54 15 55
6   Udinese   57 35 15 12 8 49 40 9 54
7   Lazio   55 35 16 7 12 46 40 6 52
8   Inter de Milão   53 35 16 5 14 52 49 3 50
9   Catania   51 35 14 9 12 46 43 3 48
10   Parma   43 35 11 10 14 41 43 -2 40
11   Cagliari   43 35 11 10 14 41 53 -12 40
12   Bologna   40 35 10 10 15 44 49 -5 38
13   Chievo   40 35 11 7 17 33 49 -16 38
14   Atalanta   39 35 11 8 16 36 51 -15 37
15   Sampdoria   38 35 10 9 16 39 46 -7 36
16   Torino   36 35 8 13 14 43 52 -9 34
17   Genoa   35 35 8 11 16 38 52 -14 33
18   Palermo   32 35 6 14 15 31 47 -16 30
19   Siena   30 35 9 9 17 34 52 -18 28
20   Pescara   22 35 6 4 25 26 74 -48 20

2 ideias sobre “JUVENTUS FINALIZA CONQUISTA DO “SCUDETTO””

  1. Sim, são 31 titulos conquistados em campo, pois os jogadores jogaram muita bola, era um time muito forte com Buffon, Canavarro, Emerson, Nedved, Del Piero, Trezeguet e Ibraimovic, comandados pelo Fábio Capelo. Se a diretoria usou de má fé e isso foi provado, é sabido que todo o elenco não tinha ligação nenhuma com o esquema, e jogaram muita bola nas duas temporadas independente do Calciopoli. Então como todos sabem os titulos forame em campo! 31 Sul Campo!

  2. Sim Raphael,
    os títulos não foram reconhecidos pela FIGC devido às denúncias de manipulação de resultados chamadas Calciopoli. Aí puniram a Juve com rebaixamento e cassação de títulos. Mas, o time era o melhor da época na Itália sim. Legal que, com todo esse momento ruim, a Juventus se reestruturou, tem o melhor estádio da Itália hoje, bem como a melhor estrutura do país que, por sinal, perdeu muito terreno para Inglaterra, Alemanha e Espanha na Europa. Dá para dizer que é a única coisa que se salva na Itália hoje e se mantém no mesmo nível desses países.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *