sao-paulo41

CONTINUO SEGUINDO CONTIGO.

Uma relação de amor e ódio. De zelo e desleixo. De trocas muitas vezes mutuas, outras vezes mudas.

Eu que a amo tanto, hoje pouco tenho a comemorar. Nunca foi tão cinza, tão esquálida, tão pálida. Nunca foi tão disfarçadamente mal cuidada.

Nunca tratou tão mal sua gente. E não falo de suas enchentes, indecentes. Nem de suas vias entupidas, desgraçadamente esculpidas.

Gigante sempre foi. Sempre será. E problemas todas tem. Umas mais, outras menos. Mas em raras ocasiões foram eles maiores que suas oportunidades, suas válvulas de escapes.

Ainda assim é o meu berço. É o lar das minhas paixões em verde e branco. Minhas paixões de vida, da vila, de esquina, pela vida. De sangue, de alma e de estirpe.

Ainda quando penso em trocá-la, volto meus olhares para o que deixaria por aqui. Nada nesse mundo pode pagar pelo que nela vivo a sorrir.

Por que se hoje não a acho digna de receber meus parabéns. Quanta vontade não me falta de que volte a dignar-se a recebê-lo. Que volte ao menos ser o meu porto seguro de esperanças.

De tudo o que amo, foi você quem me deu. De tudo o que eu preciso e quero amar, pretendo que possa ti num futuro abrigar.

Continuo seguindo contigo, minha cara São Paulo.

 sao-paulo41


Warning: count(): Parameter must be an array or an object that implements Countable in /home/t990olqj3thq/public_html/wp-includes/class-wp-comment-query.php on line 405

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *