TARDE DEMAIS

No clássico dos dois maiores campeões nacionais um tabu foi quebrado e uma crise foi instaurada. Do lado alvinegro além da sequência de 3 derrotas ser interrompida, o tabu de 7 jogos sem vitórias sobre o Palmeiras também já é coisa do passado. Do lado alviverde a má fase foi confirmada e o sonho da Libertadores está cada vez mais distante.

Apesar das poucas chances criadas o Santos saiu merecedor do resultado, já que mesmo com todas as limitações soube se defender e aproveitar o faro de gol do artilheiro Borges. O Palmeiras mal chegou a meta do goleiro Rafael a não ser no gol perdido por Fernandão pouco depois do gol alvinegro. Deola, o melhor jogador em campo, até reclamou da ”falta de fair play” de Léo no lance do gol, mas o sábio Felipão alegou a ingenuidade do seu time e  cravou que o time briga agora apenas por Sul-Americana.

Pra falar a verdade, a partida foi tão monótona que limitou minha criatividade e cada palavra pra compor esse post sai com um esforço descomunal. Portanto a brevidade do post já está esclarecida.

O que realmente importa pensar daqui pra frente é no planejamento e no time ideal para o Mundial de Clubes. Pois, infelizmente a vitória no clássico veio tarde demais e as pretensões no Campeonato Brasileiro nem existem mais, a não ser ”atrapalhar” a vida dos times da ponta da tabela como forma de teste para a competição mais esperada pelos santistas.

Para o jogo de quinta-feira contra o desesperado Atlético-MG, o Santos vai poder contar com Arouca e Edu Dracena voltando de suspensão e com o craque Neymar. Bom prenúncio para um time que precisa buscar motivação de onde não existe pra prosseguir firme e terminar com a honra de sempre mais um certame nacional.

Uma ideia sobre “TARDE DEMAIS”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *