NAPOLI: RAÇA E VITÓRIA CHAVE CONTRA O CITY

 

Edinson Cavani: herói em Napoli

Se o questionamento recente da coluna era sobre quem poderia parar o Manchester City, líder absoluto da Premier League, em terras inglesas, o mesmo não se aplica no maravilhoso mundo além-mar  da UEFA Champions League.

 Jogando no Estádio San Paolo de Nápoles, o Napoli derrotou o City por 2×1 em confronto direto da 5ª rodada pela segunda vaga do grupo A da UCL.

 E foi a melhor partida da terça-feira. Tudo isso porque o Manchester City entrava na rodada com 7 pontos na 2ª colocação, seguido de perto pelo Napoli com 5. Ademais, o FC Bayern praticamente já havia garantido a liderança definitiva do grupo e o Villarreal, grande decepção, já estava eliminado.

 Os anfitriões entraram em campo com a raça peculiar que tem caracterizado o time montado por Walter Mazzarri. Não à toa, o elenco napolitano conta com o uruguaio Edinson Cavani, titular da seleção de seu país, e o argentino Ezequiel Lavezzi, jogadores que representam escolas lutadoras do futebol mundial.

 O Napoli começou melhor e alcançou o gol inicial aos 18 minutos de jogo com Cavani que tocou de leve após cobrança de escanteio.

 Mas o City tem mais dinheiro e, consequentemente, elenco.

 O Napoli optou pelo jogo defensivo com velocidade em contra-ataques. Esperava o City em seu campo.

 Espera que transformou-se em pressão do adversário a suportar. Adversário técnico e capaz. O empate era questão de tempo.

 Veio através do seu “showman”, Mario Balotelli, aos 33 minutos.

 O Napoli sentiu o golpe. Os fãs no San Paolo rezaram para o 1º tempo acabar. E acabou assim.

 Todo o planejamento da 2ª etapa, se é que havia algo de diferente na mente dos técnicos, foi para o brejo logo aos 3 minutos.

 

Walter Mazzarri exulta

Cavani aproveitou cruzamento e chutou. Joe Hart tentou a defesa sem sucesso. Napoli na frente.

 Situação que forçou o City a se lançar com mais afinco ao ataque e influenciou na estatística final de posse de bola a favor dos ingleses (62% contra 38%).

 Ainda assim, o Napoli teve chance de fechar o placar ao acertar a trave de Hart.

 Roberto Mancini lançou mão de seus trunfos após os 30 minutos de jogo. Sergio Kun Aguero foi a campo e pôs pressão sobre os donos da casa.

 A atmosfera era de tensão e emoção no estádio. A fanática torcida napolitana jogava junto com a equipe, incentivando, cantando e vaiando muito o City quando detinha a bola em seus pés.

 Balotelli teve suas chances. Morgan de Sanctis mostrou serviço no gol. Mazzarri ainda colocaria Goran Pandev em campo.

 Emoção e alegria no San Paolo no final. Vitória napolitana que lhe deu o 2º lugar na classificação do grupo com 8 pontos. Faca e queijo na mão do Napoli.

 Na outra partida do grupo, mera formalidade em Munique. O FC Bayern fez 3×1 no decepcionante Villarreal, sem esforço.

 Vitória que deixou o Bayern com 13 pontos na liderança.

 Problemas sérios para o Manchester City. Os líderes da Premier League amargam o 3º lugar com os mesmos 7 pontos e não dependem mais de si para passar para as oitavas de final. Na próxima rodada Baloteli e companhia enfrentam o mais que classificado Bayern em casa. Tudo bem até aí, afinal enfrentar equipe já despreocupada não é nada mal. Só que os ingleses terão que torcer contra o Napoli na Espanha contra o Villarreal, já eliminado sem pontos.

 Três equipes na briga pela vaga derradeira a preencher no grupo B.

 A Internazionale já está com o 1º lugar garantido. Foi a Turquia, empatou com o Trabzonspor por 1×1 e somou 10 pontos.

 Empate que colocaram, de forma surpreendente, os turcos com 6 pontos na 2ª colocação.

 Já em Moscou, os campeões franceses do Lille renasceram na competição ao derrotar o CSKA por 2×0.

 Vitória que embolou o grupo, pois CSKA e Lille ficam com 5 pontos.

 Para pôr fogo na última rodada, o outrora desacreditado Lille recebe o Trabzonspor com boas chances de classificação. Já o CSKA Moscow irá a Milão para encarar a desinteressada Internazionale. Briga boa na rodada derradeira do grupo.

 Mais contenda da boa no grupo C.

 

Man U x Benfica em Old Trafford

Em Old Trafford, o Manchester United recebeu o Benfica e, em outro jogo emocionante, apenas empatou por 2×2.

 E foi uma atuação dominante do Man U na maior parte do tempo, mas o Benfica, a exemplo do Napoli, mostra vontade na temporada.

 O time lisboeta abriu o placar em jogada que nasceu de falha na marcação de Patrice Evra sobre Osvaldo Gaitán que teve espaço para finalizar chute desviado em Phil Jones logo aos 3 minutos de jogo.

 O empate inglês viria somente aos 30 minutos com Dimitar Berbatov que jogou solitário no ataque na maior parte do tempo.

 O segundo gol “Red Devil” chegaria somente aos 14 minutos do 2º tempo com Darren Fletcher que abria perspectivas de vitória para os anfitriões do confronto.

 Não avisaram o Benfica e a festa dos fãs cessou rapidamente quando Pablo Aymar empatou dois minutos mais tarde.

 Empate que refletiu empáfia dos ingleses frente ao time português, que contou com boa atuação de Bruno César.

 O 2×2 de Manchester colocou o United na liderança com 9 pontos e o Benfica em 2º lugar na cola, também com 9 pontos.

 Na Romênia, o Otelul Galati perdeu outra para o FC Basel por 3×2. Resultado que colocou o time suíço com 8 pontos em 3º lugar.

 A última rodada terá ares de dramaticidade, já que o Basel receberá o Manchester United em briga direta por vaga. O Benfica está tranquilo, pois recebe o sem pontos do Otelul Galati em Lisboa. As dificuldades do Manchester United se tornaram maiores que o esperado.

 Passeio em Madri. Foi o que se viu em partida do grupo D entre Real Madrid e Dinamo Zagreb que terminou com goleada merengue tranquilíssima por 6×2.

 Os 6×0 estavam garantidos aos 21 minutos do 2º tempo. Com o pé madridista no freio, o Zagreb ainda fez dois gols de honra no Estádio Santiago Bernabéu.

 

Yoann Gourcuff e Lyon perderam-se na neblina. Quase fora da UCL.

O Olympique Lyon precisava de vitória contra o AFC Ajax na França.

 Não conseguiu. Ficou no 0x0, em partida disputada sob neblina, deixando boas perspectivas de classificação para os holandeses.

 Além dos 15 pontos do Madrid, o Ajax fica em 2º lugar com 8, o Lyon com 5 e o Zagreb sem pontos.

 Com isso, o Lyon precisará vencer o Dinamo Zagreb na Croácia e torcer desesperadamente contra o Ajax, que receberá o desencanado Real Madrid em Amsterdã na rodada final do grupo.

 Amanhã, o encerramento da 5ª rodada da UCL.


Warning: count(): Parameter must be an array or an object that implements Countable in /home/t990olqj3thq/public_html/wp-includes/class-wp-comment-query.php on line 405

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *