La Mano de Dios – Botafogo assusta, mas São Paulo vence mais uma vez

Botafogo assusta, mas São Paulo vence mais uma vez

O Botafogo, jogando em casa, bem que tentou, mas não conseguiu derrubar o São Paulo. Foi uma bela partida, com o time da casa buscando o jogo a todo o momento, com lindas jogadas ofensivas. Mas foi justamente essa sede toda que derrubou o Botafogo.

O São Paulo era um time mais organizado e mais talentoso, e assim, mais eficaz. Richarlyson no meio ajudava Hugo e Hernanes a saírem em velocidade, com a zaga firme bloqueando as investidas do Botafogo e Washington e Borges buscando o jogo na intermediária.

A marcação ainda no campo adversário rendeu frutos, quando Hernanes pegou uma bola na saída errada do Botafogo e acertou um tirambaço no ângulo. Depois do gol de Branquinho o jogo estava 1×1 e foi num contra-ataque rápido que Hernanes – de novo ele – fez um lindo passe pelo alto que deixou Washington na cara do gol. A frieza do matador que não perdoa sacramentou o placar. 2×1.

O Botafogo não desistiu, é verdade, mas o jogo era mais do São Paulo. Por pouco Borges não fez o terceiro, de cabeça.

Foi um belo jogo, muito disputado e jogado até o fim. O São Paulo vai aos poucos se firmando, Borges e Washington vão se ajeitando e Hernanes é cada vez mais um meia, do jeito que Muricy queria. Falta muito ainda, é verdade – Zé Luis por exemplo não jogou nada pela direita – mas o São Paulo tem tudo para ser temido em 2009.


(destaque para o lindo gol de Hernanes e a beleza que foi a jogada que culminou no gol de Branquinho, do Botafogo)

Ao som de The Temptations – I Wish It Would Rain. 50 anos de Motown, aquela coisa bonita…

Rapidinhas: se o São Paulo pode ser, o Palmeiras já é. A sapecada no Santos ontem – 4×1 – definiu o que todo mundo já sabia: o Verdão é o time nesse começo de ano.

É o fim da família Scolari no Chelsea. Acabou cedo, mas Roman Abramovich cansou de esperar. Os Blues em 2009 são uma sombra do que eram no ano passado…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *