JUVENTUS ATROPELA O CAMPEÃO CHELSEA, ROBERTO DI MATTEO CAI

Na abertura da 5ª rodada da fase de grupos da UEFA Champions League, a Juventus, na principal partida da terça-feira, faz contundentes 3×0 nos atuais campeões do Chelsea e Roman Abramovich demite Roberto Di Matteo da direção técnica do clube londrino.

 

Roberto Di Matteo demitido do Chelsea

GRUPO E

 

Juventus 3×0 Chelsea

Turim, Itália

Não era dia do Chelsea. Era dia da Juventus. Jogando no Juventus Stadium de Turim para 40 mil pessoas, a Juve logo começaria a dar as cartas em busca de sua primeira vitória na competição europeia.

 

Arturo Vidal

Mirko Vucinic, logo aos 4 minutos de jogo, efetuou cruzamento e Stephan Lichsteiner concluiu para grande defesa de Petr Cech. Aos 15 minutos, Cech voltaria a trabalhar forte ao efetuar defesa de chute de Claudio Marchisio.

O melhor que o Chelsea produziria na partida seria pelos pés de Oscar que, após dois belos dribles em seus marcadores, serviria Eden Hazard que teve arremate incrivelmente defendido pelas pernas de Gianluigi Buffon. Aos 35 minutos, Ramires livra-se de dois marcadores, lança Oscar que é desarmado no último momento por Leonardo Bonucci.

Oscar e Eden Hazard desolados em Turim

Aos 37 minutos, o gol da Juve após chute de Andrea Pirlo e desvio de Fábio Quagliarella no meio do caminho. Foi a única maneira de Petr Cech ser batido. Retrato de que não era dia do Chelsea.

Roman Abramovich

Algo reforçado no 2º tempo quando Vucinic toca para Kwadwo Asamoah que coloca na área para Arturo Vidal. O chileno conclui a gol, a trajetória da bola é desviada em Ramires e mata as tentativas de defesa de Cech.

Nos acréscimos, o gol final da Juventus com Sebastian Giovinco em frustrada saída de gol do goleiro do Chelsea.

Os 3×0 finais reforçam a ideia geral no início da temporada de ser a Juventus a única esperança italiana nas competições europeias. Os piemonteses vão à última rodada carregando a vice-liderança do grupo E com 9 pontos.

Já no Chelsea, a derrota causou todos os prejuízos possíveis e imagináveis.

O clube londrino já vinha de derrota para o modesto West Bromwich por 2×1 pela Premier League inglesa e viu os rivais de Manchester à frente na tabela do campeonato nacional. Agora, a séria ameaça de eliminação na UCL colocou ponto final na carreira do ítalo-suíço Roberto Di Matteo no comando técnico dos campeões europeus.

O proprietário dos Azuis de Londres, Roman Abramovich, mais uma vez adotou a drástica decisão de demitir seu treinador. Atitude que, apesar de muitas vezes inevitável, também por vezes revela-se contraproducente, um verdadeiro anti-marketing para a imagem de modernidade e organização que grandes clubes desejam exibir ao mundo.

A lista de vítimas dos reveses do Chelsea sob comando de Abramovich não é pequena. Roberto Di Matteo junta-se a nomes como Claudio Ranieri, Avram Grant, Luiz Felipe Scolari, Guus Hiddink, Carlo Ancelotti e André Villas Boas. A grande exceção positiva na era Abramovich fica por conta de José Mourinho, ainda assim houve desentendimentos na época de sua saída.

O instável Chelsea agora vê a possibilidade de ver o espanhol Rafa Benítez assumir o comando técnico do clube. Situação estranha, pois o proprietário russo da instituição teria preferência por Josep Guardiola que vive seu ano sabático.

 

FC Nordsjaelland 2×5 Shakhtar Donetsk

Copenhague, Dinamarca

Mais polêmica no Grupo E, quando os dinamarqueses do Nordsjaelland foram derrotados por 5×2 pela ótima equipe do Shakhtar Donetsk.

Indignação pelo gol marcado por Luiz Adriano em momento de “fair play” do jogo

O imbróglio ocorreu no 1º tempo quando a partida era vencida pelos anfitriões por 1×0.

Em atitude de fair play, os ucranianos efetuaram recuo de bola para o goleiro Jesper Hansen do Nordsjaelland. Mas, no meio do caminho tinha uma pedra chamada Luiz Adriano que interceptou o recuo e efetuou o gol diante do atônito goleiro dinamarquês.

Se o intuito fosse seguir o espírito do tal fair play, o Shakhtar cederia gol aos locais na sequência. Algo que aparentemente não ocorreu. O Nordsjaelland marcaria seu segundo gol alguns minutos mais tarde em lance onde a marcação do Shakhtar “mordia” os atacantes adversários.

O 1º tempo terminaria empatado e a polêmica não se estendeu para patamares maiores devido ao elástico placar conseguido pelos ucranianos em Copenhague.

O resultado leva o Shakhtar Donetsk à surpreendente liderança do grupo E com 10 pontos e, na rodada final, o time mais brasileiro da Champions enfrenta a Juventus. Um empate é conveniente para ambos passarem.

Classificação:

Grupo E

 

Casa

Fora

Total

 

 

Clubes

J

V

X

D

V

X

D

V

X

D

GM

GS

DG

Pts

1  FC Shakhtar Donetsk 5 2 0 0 1 1 1 3 1 1 12 7 5 10
2  Juventus 5 2 1 0 0 2 0 2 3 0 11 4 7 9
3  Chelsea FC 5 1 1 0 1 0 2 2 1 2 10 9 1 7
4  FC Nordsjælland 5 0 1 2 0 0 2 0 1 4 3 16 -13 1

 

 

 

GRUPO F

FC BATE Borisov 0x2 Lille OSC

Minsk, Bielorrússia

O eliminado Lille francês foi a Minsk e acabou com as chances de classificação do BATE Borisov ao fazer 2×0 com gols de Djibril Sidibé e Gianni Bruno.

Agora, os bielorrussos ficam com vaga para prosseguirem na Liga Europa.

 

Valencia CF 1×1 FC Bayern

Valência, Espanha

Dois gols na parte final da partida (Sofiane Feghouli pelo Valencia e Thomas Müller pelo Bayern) garantem ambos nas oitavas de final da UEFA Champions League.

Valencia 1×1 Bayern

A emoção na última rodada ficará por conta da disputa pela liderança do grupo. Algo que pode evitar confronto precoce e desagradável contra Barcelona ou Manchester United.

O Bayern enfrenta o BATE Borisov em Munique. Terá todas as chances de vencer. Por isso, o Valencia deverá ir à França com força para pegar o Lille.

Classificação:

Grupo F

 

Casa

Fora

Total

 

 

Clubes

J

V

X

D

V

X

D

V

X

D

GM

GS

DG

Pts

1  FC Bayern München 5 2 0 0 1 1 1 3 1 1 11 6 5 10
2  Valencia CF 5 2 1 0 1 0 1 3 1 1 11 5 6 10
3  FC BATE Borisov 5 1 0 2 1 0 1 2 0 3 8 11 -3 6
4  LOSC Lille 5 0 0 2 1 0 2 1 0 4 4 12 -8 3

 

 

GRUPO G

 

Spartak Moscow 0x3 FC Barcelona

Moscou, Rússia

O Barcelona classificou-se para as oitavas de final da UCL ao fazer 3×0 sobre o Spartak Moscou.

Lionel Messi aproxima-se do recorde de gols em um ano de Gerd Müller

Mais que a vitória e a classificação, o grande destaque da partida ficou por conta dos dois gols de Lionel Messi que o levaram a atingir a marca de 80 gols no ano, deixando-o a apenas 5 gols do recordista Gerd Müller. Ademais, Messi chega a 56 gols em Champions League igualando-se ao holandês Ruud Van Nistelrooy. O recordista de gols na história da competição europeia de clubes é o espanhol Raul González com 71 gols.

 

Benfica 2×1 Celtic

Lisboa, Portugal

Após histórica vitória frente ao Barcelona, os Bhoys foram a Lisboa e foram derrotados pelo Benfica por 2×1 com gols de Ola John e Ezequiel Garay para os portugueses e Georgios Samaras para os escoceses.

o argentino Garay faz o gol da vitória do Benfica sobre o Celtic

A vitória do Benfica embolou a disputa pela segunda vaga do grupo entre os próprios Celtic e Benfica com a situação aparentando ser melhor para os escoceses, já que o time de Lisboa terá que enfrentar o Barcelona na Catalunha.

Classificação:

Grupo G

 

Casa

Fora

Total

 

 

Clubes

J

V

X

D

V

X

D

V

X

D

GM

GS

DG

Pts

1  FC Barcelona 5 2 0 0 2 0 1 4 0 1 11 5 6 12
2  SL Benfica 5 2 0 1 0 1 1 2 1 2 5 5 0 7
3  Celtic FC 5 1 1 0 1 0 2 2 1 2 7 7 0 7
4  FC Spartak Moskva 5 1 0 2 0 0 2 1 0 4 6 12 -6 3

 

 

GRUPO H

 

Galatasaray 1×0 Manchester United

Istambul, Turquia

Galatasaray 1×0 Manchester United

O Manchester United perde o aproveitamento perfeito na competição ao perder para o Galatasaray na Turquia com gol de Burak Yilmaz. Algo que pouco importa para os Red Devils, já que a classificação em primeiro lugar no Grupo H já estava garantida por antecipação.

 

CFR Cluj 3×1 Braga

Cluj-Napoca, Romênia

O time romeno da Transilvânia contou com hat trick do português Rui Pedro para bater os também portugueses do Braga. Resultado que mantém vivas as chances de classificação do Cluj para as oitavas de final. Terá, contudo, que vencer o Manchester United na Inglaterra e torcer contra o Galatasaray em Portugal.

Rui Pedro faz “hat trick” para o tansilvânico Cluj

Emoção garantida na última rodada do grupo H.

Classificação:

Grupo H

 

Casa

Fora

Total

 

 

Clubes

J

V

X

D

V

X

D

V

X

D

GM

GS

DG

Pts

1  Manchester United FC 5 2 0 0 2 0 1 4 0 1 9 5 4 12
2  Galatasaray AŞ 5 1 1 1 1 0 1 2 1 2 5 5 0 7
3  CFR 1907 Cluj 5 1 0 2 1 1 0 2 1 2 8 7 1 7
4  SC Braga 5 0 0 2 1 0 2 1 0 4 6 11 -5 3

Warning: count(): Parameter must be an array or an object that implements Countable in /home/t990olqj3thq/public_html/wp-includes/class-wp-comment-query.php on line 405

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *