EURO – GRUPO D: HERÓI SHEVCHENKO

No dia do grupo D iniciar suas atividades, Andriy Shevchenko, veterano craque ucraniano, ex-Milan, rouba a cena do dia e leva sua seleção co-anfitriã a vitória de virada sobre a Suécia em Kiev para delírio da torcida local.

 

 

Andriy Shevchenko

FRANÇA 1×1 INGLATERRA

Donets’k, Ucrânia

Em outro grande clássico europeu, repleto de jogadores que atuam nas principais ligas nacionais do mundo, a França joga melhor, mas apenas empata com a Inglaterra.

Os ingleses vinham para o Euro em clima relativamente conturbado, pós saída inesperada de Fabio Capello e muita indefinição para a definição do novo treinador, Roy Hodgson.

Os franceses, renascidos sob a batuta de Laurent Blanc após o vexame dentro e fora de campo da Copa do Mundo de 2010, começam a colher os frutos e reviver seus melhores tempos protagonizados pelo próprio Blanc e sob comando do inesquecível Zinedine Zidane.

Os ingleses começaram melhor. Por pelo menos 10 minutos, os ingleses, astros da Premier League, ditaram as regras.

Hodgson colocava Alex Oxlade-Chamberlain, do Arsenal, como titular, mas tinha a enorme ausência de Wayne Rooney, suspenso.

Mas, logo os franceses começaram a tocar a bola e passaram a tomar as rédeas da partida.

Quando a França parecia conduzir o jogo a seu estilo preferido, os ingleses abriram o placar aos 30 minutos em lance de bola parada. Steven Gerrard, ao melhor estilo David Beckham, colocou na área de forma perfeita para Joleon Lescott concluir de cabeça.

Mas a França era melhor e menos de 10 minutos depois, Samir Nasri empataria em chute perfeito no canto do companheiro de Manchester City, o goleiro Joe Hart.

Na comemoração, Nasri mostraria o dedo no rosto, no clássico gesto de silêncio, aparentemente em direção ao banco de reservas inglês. Mais tarde, o francês afirmaria que o “cala a boca” em questão era direcionado à imprensa francesa que o criticara nos últimos tempos.

 

Samir Nasri fazendo sinal de silêncio na comemoração do gol

O 2º tempo foi menos movimentado com algumas oportunidades de bola parada da Inglaterra.

Já os franceses tiveram Karim Benzema tentando explorar o cansaço e as contusões inglesas, especialmente sobre Scott Parker.

No final, empate de 1×1 com superioridade francesa sobre os ingleses, sobretudo no 1º tempo.

 

UCRÂNIA 2×1 SUÉCIA

Kiev, Ucrânia

Em partida de encerramento da primeira rodada do Euro, os co-anfitriões receberam a Suécia na capital Kiev e obtiveram vitória consagradora para o veterano Andriy Shevchenko que marcou ambos os gols ucranianos na virada por 2×1.

O jogo estava polarizado em cima de dois grandes artilheiros, coincidentemente o atual e o antigo artilheiro do Milan, o próprio Shevchenko e Zlatan Ibrahimovic.

Após 1º tempo que começou morno e terminou mais agitado, os gols saíram todos na etapa final.

Aos 52 minutos, Yevhen Selin estava caído sentindo lesão, mas o jogo prosseguiu. Sebastian Larsson cruzou, Kim Kalsstrom dominou e passou rasteiro para Ibra concluir.

Alegria sueca que durou pouco. Três minutos depois, Andriy Yarmolenko cruza e Sheva marca o empate.

Mais seis minutos e chegaria o momento da máxima consagração de Shevchenko na partida quando o ex-milanista aproveitou cobrança de escanteio de Yevhen Konoplyanka.

Antes do final, o técnico Oleg Blokhin substituiria o ídolo veterano para ovação total do estádio em Kiev.

Vitória dos co-anfitriões e de Shevchenko sobre Ibrahimovic e liderança do grupo para a Ucrânia.


Warning: count(): Parameter must be an array or an object that implements Countable in /home/t990olqj3thq/public_html/wp-includes/class-wp-comment-query.php on line 405

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *