Arquivo da categoria: Chazinho de Coca

O Futebol, a ironia, as histórias.

Chazinho de Coca

A ausência do bife acebolado!

O tempo que antes me sobrava, agora se tornou um tanto escasso e de certa forma, ele urge. Portanto um breve comentário a respeito das duas partidas que acompanhei mais de perto na noite da ultima quarta-feira.

Palmeiras X Cene:

Um feijão com arroz com uma dose certa de tempero. Um alhozinho, uma cebolinha, mas eu gosto mesmo é da mistura. Cadê o meu bife acebolado, caceta?!?

Ta duro de aturar o Palmeiras com três zagueiros contra times do naipe do Cene, com todo e merecido respeito que o clube merece. Por que raios o Luxemburgo insiste em deixar apenas o Alex Mineiro isolado na frente se é visível a falta de ofensividade do time? Criar eles estão criando, não a toa o time é um dos ponteiros das estatísticas do Paulistão e ontem não foi diferente. Mas falta conclusão, arremate, faltam gols e ontem faltou uma sonora goleada, que era o que qualquer um esperaria de um jogo entre um gigante e um nanico. Sinal de que Diego Souza e principalmente Valdívia estão fazendo a parte que cabe a eles. Então o problema é do Alex Mineiro? Creio que não, ainda que ele não seja o centroavante dos sonhos, está acima de “Eniltons”, “Osmares”, “Gioinos”, “Maxes” e outros que vestiram recentemente a camisa nove que outrora fora de Evair. Não seria caso de arrumar um autêntico companheiro de ataque para ele? Não é hora de apostar em Lenny ou mesmo no Denilson?

No meio, Léo Lima não marca nem a própria sombra, logo sobrecarrega o sensacional Pierre, que não é dois, mas vem se desdobrando para segurar as papagaiadas que estouram em seus pés. Julgo desnecessário um meio tão ofensivo no papel, se quando a bola chega ao ataque, geralmente bate e volta. E é justamente essa volta que corrobora ainda mais com meu ponto de vista contra a escalação de Léo Lima, em detrimento a Martinez, que convenhamos é muito mais bolão do que Léo Lima. E que este cale minha boca me provando o contrário.

Um Palmeiras com Marcos; Elder Granja, Gustavo, Henrique e Leandro; Martinez, Pierre, Diego Souza e Valdívia (jogando mais próximo dos atacantes); Lenny (Denílson) e Alex Mineiro – não doeria nada.

Não é mesmo, Luxa?

Atlético Nacional (COL) X São Paulo:

Um jogo feio, mas um ótimo resultado. O são paulino está muito mal acostumado, chegando ao ponto de ficar p*** da vida com um empate, ainda que na estréia, ainda que fora de casa e ainda que contra o rival mais forte da chave. Menos meus camaradas, menos! O resultado foi 1X1, mas o futebol foi de 0X0.

Rycharlisson acha que virou gênio depois da convocação pra seleção. A zaga não se acertou desde a saída de Breno e o Imperador está longe de justificar a fama toda (eu avisei!). Mas ainda assim, contra tudo e contra todos, ainda credencio o São Paulo como candidatíssimo a disputar com chances reais de conquista, todos os campeonatos que estiver em disputa.

E o que era pra ser um “textículo”, virou uma redação de processo seletivo. Ta louco, não mudo nunca!

Ainda bem que hoje é dia de cerveja 😉

Finalizo aqui, escutando um petardo: Suede – Cant Get Enough

Palmeiras dá a largada em sua busca pela América!

O ano de 1999 foi o ultimo das grandes conquistas alviverdes. Em 2009 completará 10 anos que o Palmeiras conquistou a América e é certo que os palestrinos, impacientes pela longa fila e ávidos por conquistas, aguardam ansiosamente o time na disputa direta e não apenas simbólica, da competição mais importante do continente. Contudo há de se lembrar que é preciso passar pelo ano de 2008 e se o clube quer realmente selar o quanto antes o seu retorno a Libertadores, deve tentar esquecer seus atuais fantasmas, desenterrar o sapo colocado em seu estádio e fazer bonito na competição que se inicia hoje para ele – A Copa do Brasil.

Motivos para apreensão existem aos montes, a começar pela inconsistência técnica e tática da atual equipe. O Palmeiras e seus parceiros investiram pesado, montaram um time credenciado a ganhar tudo, mas até agora nada!

Nas ultimas temporadas o time vem sofrendo vexames históricos na competição que hoje se inicia. Nem é necessário tanto esforço para se lembrar dos “assustadores” Asa de Arapiraca, Santo André, Ipatinga e da sonora goleada de 7X2 sofrida em pleno Palestra Itália, contra o algoz Vitória. E se você é da ala dos pessimistas, pode ir além e associar o nome do adversário dessa noite, o Cene, ao outro fantasma contemporâneo do time, o São Paulo Futebol Clube ou mais precisamente ao seu goleiro, Rogério “Ceni”. É amigo, como diria aquele famoso narrador “haja coração!”. Mas nem tudo são pedras e por mais que o time do Jardim Suspenso ainda não tenha encontrado o futebol esperado, existem sim motivos para se entusiasmar, afinal o elenco é muito bom, a comissão técnica é de primeiríssimo nível e essa diretoria parece ter uma mentalidade de acordo com a grandeza do clube que comanda. Uma hora há de encaixar!

O Palmeiras deve ir a campo hoje com – Marcos; Gustavo, Henrique e Martinez; Élder Granja, Pierre, Léo Lima, Diego Souza e Leandro; Valdívia e Alex MineiroTécnico: Wanderley Luxemburgo.

Hoje começa o ano Tricolor!

É isso aí, meus amigos, hoje começa o ano Tricolor! E parece que as coisas já começaram melhor, com a provável escalação do Muricy:

um 3-5-2 com Miranda, André Dias e Richarlyson na zaga; Zé Luís e Fábio Santos de volantes; Joílson e Jorge Wagner nas laterais; Hernanes como meia e na frente Borges e Adriano.

Não, ainda não aprovo o desmanche da dupla de volantes Hernanes e Rycharlison. Também não acho que o Richarlyson funcione de zagueiro. Mas pelo menos o Jorge Wagner caiu para a lateral e, se os caras não baterem cabeça, Zé Luís e Fábio Santos formam uma dupla confiável. Boto fé no Hernanes como meia, sempre lembrando que Carlos Alberto estará no banco.

Que comece o espetáculo!